Leandro Colon

do Reino Unido

 -

Editado por Leandro Colon, correspondente da Folha em Londres, blog aborda um pouco mais do que é notícia na Europa. Formado em jornalismo e com dois prêmios Esso, Colon está na Folha desde 2012.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Lorde inglês se afasta após farra com prostitutas e cocaína

Por Leandro Colon

O político britânico John Buttifant Sewel, 69, ou simplesmente “Lord Sewel”, virou um escândalo. Até domingo (26), ele era o vice-presidente da Câmara dos Lordes, a nobreza do Parlamento britânico. Nesta segunda (27), pediu afastamento de todas as funções.

Um dos 783 lordes desde 1996, o político se complicou por causa da revelação de uma farra com duas garotas de programa contratadas pelo telefone, em Londres. Ele pagou 200 libras para cada, algo em torno de R$ 1 mil – uma recebeu em dinheiro vivo e outra em cheque (!).

O lorde inglês, casado e pai de quatro filhos, foi gravado e fotos do encontro foram publicadas pelo tabloide “The Sun” domingo e nesta segunda (27).

IMG_0693

Uma imagem mostra o lorde cheirando, segundo o jornal, cocaína por meio de uma nota de 5 libras enrolada. Em outra, aparece com nariz no seio de uma das garotas – de acordo com o tabloide, também consumindo a droga.

Na capa do jornal, Lord Sewel está praticamente nu com o sutiã da cor laranja de uma das mulheres. Outras fotos indicam bebidas e fileiras do que seria mais cocaína. “Eu só quero ser levado para o mau caminho”, diz o político às duas.

Ele aparece no vídeo falando mal de políticos. Chamou o primeiro-ministro David Cameron de “superficial” e o prefeito de Londres, Boris Johnson, de “piada”.

Ainda reclama do salário de 84 mil libras por ano. Para piorar, insinua que gasta com suas farras as 200 libras diárias que recebe para despesas do cargo.

Sewel foi filiado ao Partido Trabalhista até 2012 – hoje, não pertence a nenhuma sigla.

A presidente da Câmara dos Lordes, a baronesa D’Souza, repudiou a conduta do colega e anunciou uma apuração formal para avaliar se ele violou regras. “As revelações chocam e são inaceitáveis”, declarou.

Lord Sewel renunciou à vice-presidência da Casa, e pediu afastamento temporário de todas as funções. A polícia Metropolitana de Londres anunciou uma investigação e informou que uma busca já foi feita num endereço de Londres.

A licença vale a partir de setembro, quando a Câmara dos Lordes retorna de recesso. Ele terá de ficar pelo menos três meses sem receber os benefícios do cargo. Numa carta aos colegas, disse que só retornará quando tudo estiver investigado e esclarecido. Sewel resiste à pressão para deixar de vez a cadeira de lorde, que é vitalícia.

Assista abaixo um dos vídeos divulgados pelo “The Sun” (as imagens são fortes):

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado

Categorias

Publicidade
Publicidade
Publicidade